segunda-feira, 7 de janeiro de 2008

Novidades...

Hoje foi um dia diferente. Aparentemente igual, acho que qualquer pessoa normal acharia o mais comum dos dias. Mas para mim foi diferente.
Segunda-feira, início da semana. A rotina recomeça, e toda a gente faz o mesmo. Talvez seja por isso que existem suicídios, as pessoas fartam-se de quem são, porque não vivem, mas sobrevivem, e isso por vezes torna-se frustrante. A rotina, a monotonia, cansam. E é de pequenos pormenores iguais aos de hoje, que vejo a importância de um dia diferente, o prazer que me proporciona uma novidade.
Hoje, no intervalo da manhã, fui para o sítio do costume. E encontrei as pessoas do costume, e as conversas do costume. E vi que apesar de igual, para mim este dia era diferente, pois foi o único de muitos outros em que reparei na importância daquela gente na minha vida. Porque eu já não consigo viver sem esta rotina, sem esta monotonia chata. É a minha vida, e não me canso dela. E são dias como este, aparentemente iguais, mas totalmente diferentes, que fazem a diferença.

2 comentários:

Anabela Magalhães disse...

Sem dúvida, toda a nossa vida é construída de rotinas, até de monotonias, e até de coisas diferentes que muitas vezes vislumbramos pela primeira vez e que quantas vezes estiveram sempre lá. A isso chama-se consciência.

V.Matias disse...

Consciência é algo que nem sempre tenho.
Hoje tive :)